Escolha uma Página

Quer saber como abrir uma empresa?  Está confuso na parte burocrática para abrir seu próprio negócio?

Sabemos bem o quão confuso isso pode ser, quando descobrimos o número de papeladas que precisamos e quais os órgãos que devemos acionar, pode até parecer assustador, mas na realidade é mais descomplicado do que se imagina.

Por causa disso, queremos lhe dar uma orientação passo a passo para que você e todos aqueles que querem saber como abrir uma empresa consigam tirar seus projetos do papel e transforma-lo em realidade. No final de tudo, você vai perceber que não foi tão complicado assim.

Nesse artigo você vai encontrar dicas descomplicados para criar um CNPJ e abrir sua própria empresa:

  • 6 passos para abrir uma empresa
  • Como abrir uma empresa de profissional autônomo Micro Empreendedor Individual (MEI).
  • Documentos necessários para abertura do MEI
  • Como criar um CNPJ
  • O que é uma Microempresa?
  • O que é uma Empresa LTDA?
  • O que é uma Empresa EIRELI?
  • O que é uma Empresa S.A?

 

O primeiro passo para abrir sua empresa é a elaboração de um cronograma de trabalho com o seu contador de preferência, é muito importante que o seu contador caso tenha saiba quando você precisa da empresa aberta e qual a sua capacidade de investimento neste processo.

Tira da sua cabeça caso esteja pensando que sua empresa estará funcionando em um mês, pois isso é muito raro a não ser quando se trata de microempreendedores individuais que ganham o CNPJ na hora através de um simples cadastro na internet.

Todos os outros tipos de empresa demoram muito mais para iniciar as atividades.

Segundo passo, devida nos dados básicos da sua empresa que compreende a definição da razão social, do endereço, dos CNAE’s (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), quadro societário e tributação.

Talvez seja necessário você dar uma olhada nas atividades econômicas disponíveis para registrar a sua empresa no site do IBGE, mas só mesmo com o seu contador você vai conseguir saber qual forma de tributação incide em determinado CNAE.

Terceiro passo, busca prévia de local, essa é uma etapa muito importante para empresas do setor de alimentos, pois é preciso pensar em cada item que sua empresa precisa para começar.

Caso a sua empresa seja na sua casa confira se não precisa de alguma autorização do sindico (caso seja um condomínio ou apartamento). Os requisitos variam de atividade para atividade e por isso a ajuda de um contador é fundamental nesse processo.

Quarto passo, agora chega a parte da confecção do contrato social para registro da mesma na Junta Comercial (RCPJ) e Receita Federal (CNPJ).

É nesse contrato social que estará descrita a atividade da empresa, seus dados básicos como endereço e a participação de cada sócio na sociedade além das suas funções.

Para essa etapa seria importante a consulta de um advogado ou contador bem qualificado e de confiança para tirar todos as dúvidas na finalização desse contrato, para não ficar nenhuma brecha para problemas futuros.

A partir de agora sua empresa está praticamente aberta, pois os órgãos regulamentadores já sabem da sua existência, mas ainda falta alguns detalhes como a obtenção do alvará e uma nota fiscal eletrônica.

Quinto passo, conseguir o alvará. Ele é um documento que autoriza o funcionamento para qualquer tipo de empresa, ele geralmente pode ser pedido na prefeitura da cidade onde a empresa está registrada.

As regras para conseguir o alvará podem variar de cada prefeitura, é necessária também uma vistoria do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária.

Sexto e último passo a emissão da nota fiscal eletrônica para que a sua empresa possa operar e receber valores dos seus clientes.

Nessa etapa é necessário ir para prefeitura entregar os papéis para liberação da nota fiscal eletrônica que na mesma hora já vai ser liberada pelo fiscal com uma senha sendo enviada para o seu e-mail automaticamente.